Rescisão de contrato de aluguel: o que deve ser feito?

Rescisão De Contrato De Aluguel: O Que Deve Ser Feito?

A rescisão de contrato de aluguel é o processo de encerramento de um acordo de locação antes do seu término previsto.

Este é um assunto que pode gerar muitas dúvidas e incertezas tanto para o locador quanto para o locatário. É compreensível que muitas pessoas possam ter dúvidas sobre como proceder nessa situação, já que é um processo que envolve questões legais e financeiras.

Por isso, elaboramos este texto com o objetivo de sanar essas dúvidas e esclarecer as principais questões relacionadas ao tema.

Como funciona o processo de rescisão de um contrato de locação?

Rescisão de contrato de aluguel: o que deve ser feito?A rescisão de contrato de aluguel é o processo de encerramento de um acordo de locação antes do seu término previsto.

Para que isso ocorra, é necessário que exista uma justa causa prevista em lei, como falta de pagamento do aluguel pelo locatário, uso indevido do imóvel, necessidade de reformas no imóvel, entre outras.

Em primeiro lugar, é importante que a parte interessada em rescindir o contrato notifique a outra parte com antecedência. Isso pode ser feito por meio de um aviso escrito, onde deve constar a causa da rescisão e o prazo para que a outra parte tome as medidas necessárias.

Além disso, é importante verificar se o contrato de locação possui cláusulas específicas sobre a rescisão, pois elas podem prever prazos e condições diferentes do previsto em lei.

Ao rescindir o contrato, o locador tem o direito de exigir a devolução do imóvel no estado em que ele se encontrava quando foi entregue ao locatário e exigir o pagamento de multa contratual.

Já o locatário tem direito ao reembolso dos aluguéis pagos e tem direito ao recebimento de uma indenização caso o imóvel tenha sido entregue em condições melhores do que as recebidas.

A partir do momento em que a rescisão é efetivada, ambas as partes ficam desobrigadas das obrigações contratuais e o imóvel volta a ser propriedade exclusiva do locador.

É importante lembrar que é sempre recomendável buscar orientação de um advogado especialista em direito imobiliário. Isso serve para evitar problemas e garantir que todas as etapas do processo de rescisão acabem sendo cumpridas de forma correta e legal.

Quais são os direitos e deveres do inquilino?

Quando há rescisão de contrato de aluguel, tanto o locador quanto o locatário têm deveres e direitos específicos. No caso do inquilino, os direitos incluem:

  • Direito à notificação prévia: o inquilino tem direito a ser notificado com antecedência mínima de 30 dias antes da rescisão do contrato.
  • Direito à indenização: se o inquilino for despejado sem justa causa, ele tem direito a uma indenização pelos danos causados.
  • Direito a desocupar o imóvel: o inquilino tem o direito de desocupar o imóvel após o término do contrato ou após a rescisão.
  • Direito a uma rescisão justa: se o inquilino for despejado sem justa causa, ele tem direito a uma rescisão justa e justificada.
  • Dentre outros.

Já os seus deveres, incluem:

  • Pagar as contas pendentes, como água, luz e gás, até a data da rescisão do contrato.
  • Pagar todos os aluguéis e encargos atrasados.
  • Pagar multas previstas em contrato.
  • Remover todos os móveis e objetos pessoais do imóvel.

Os direitos do locatário acabam sendo outros e incluem:

  • Receber o reembolso dos aluguéis pagos.
  • Receber uma indenização, caso o imóvel tenha sido entregue em condições melhores do que as recebidas.
  • Ter acesso ao imóvel para retirada de móveis e objetos pessoais.
  • Desocupar o imóvel dentro do prazo estabelecido e legal.
  • Oferecer o imóvel em boas condições.
  • Devolver o depósito de garantia em caso de o imóvel estar em bom estado.
  • Se houver rescisão sem justa causa, o locatário deve pagar uma multa estabelecida ou pelo contrato ou por lei.

É importante destacar que o locatário não pode ser expulso do imóvel sem uma decisão judicial. O processo de rescisão de contrato de aluguel deve ser feito de forma legal, respeitando os prazos e procedimentos estabelecidos em lei.

Além disso, é importante lembrar que o locatário tem o direito de defender-se em caso de rescisão do contrato, alegando justa causa ou argumentando que as condições para a rescisão não foram cumpridas.

Um ponto interessante de se comentar, é que as leis podem variar de Estado para Estado. Por isso, consulte sempre as regras locais para estar a par de tudo.

Vale conferir: Alternativas Para A Desburocratização Do Processo De Locação?

Quais são os direitos e deveres do corretor de imóveis?

Rescisão de contrato de aluguel: o que deve ser feito?O corretor de imóveis é uma figura importante no processo de locação de um imóvel, e sua atuação também é relevante na rescisão do contrato de aluguel.

Os deveres do corretor de imóveis incluem:

  • Informar as partes sobre as disposições legais e contratuais relacionadas à rescisão do contrato;
  • Auxiliar nas negociações entre locador e locatário para chegar a um acordo amigável;
  • Garantir que as cláusulas do contrato são cumpridas corretamente;
  • Acompanhar o processo de devolução do imóvel e verificar se está de acordo com as condições estabelecidas.

Já os direitos do corretor de imóveis incluem:

  • Receber uma comissão pelo trabalho realizado, conforme acordado com as partes envolvidas.
  • Ter acesso ao imóvel para verificar seu estado e garantir que as obrigações do contrato sejam cumpridas.
  • Exigir o pagamento da comissão pelo trabalho realizado, mesmo em caso de rescisão do contrato.

É importante lembrar que o corretor de imóveis tem a responsabilidade de manter a transparência e a ética no processo, garantindo que as partes envolvidas tenham ciência de seus direitos e deveres.

Ele deve seguir as normas estabelecidas pelo Conselho Regional de Corretores de Imóveis (CRECI) e pela legislação vigente.

Além disso, é importante que o corretor de imóveis mantenha contato com as partes envolvidas e esteja sempre disponível para esclarecer dúvidas e ajudar na resolução de eventuais problemas.

Como proceder em caso de inadimplência de pagamento?

Em caso de inadimplência de pagamento pelo locatário, o corretor de imóveis deve seguir as normas estabelecidas pela Lei do Inquilinato. Primeiro, ele deve notificar o locatário sobre a falta de pagamento, dando a ele um prazo para regularizar a situação.

Em seguida, caso o pagamento não seja realizado, o corretor deve acionar o processo de despejo, com o auxílio de um advogado especializado. Ele deve também acompanhar o processo e garantir que as disposições legais sejam cumpridas.

O corretor deve agir sempre com ética e justiça para que ambas as partes tenham noção de seus direitos e deveres. E acima de tudo, o corretor deve seguir as normas do CRECI.

O que é a multa rescisória?

A multa rescisória é uma dívida prevista em contrato de aluguel para o caso de rescisão antecipada pelo inquilino. Ela tem como objetivo compensar o locador pelos prejuízos causados pela rescisão.

O processo de multa rescisória é estabelecido no contrato de aluguel, e geralmente estabelece uma porcentagem do valor do aluguel sobre o período restante do contrato.

Por exemplo, se o contrato tem duração de 12 meses e o inquilino deseja rescindi-lo após 6 meses, a multa pode ser de 50% do valor do aluguel sobre os 6 meses restantes.

É importante destacar que a multa rescisória não pode ser abusiva e deve estar de acordo com a legislação vigente. Além disso, é possível negociar a multa com o locador, especialmente se houver justificativa para a rescisão.

É importante também lembrar que, caso não exista uma cláusula de multa rescisória no contrato, a parte que deseja rescindi-lo não terá que pagar multa.

Em quais casos pode-se aplicar a multa rescisória?

Pode-se aplicar a multa em diversos casos, como por exemplo:

  1. Rescisão antecipada

Se o inquilino decidir encerrar o contrato antes do prazo estabelecido, a multa rescisória pode ser aplicada. Por exemplo, se o contrato tem duração de 12 meses e o inquilino deseja rescindi-lo após 6 meses, a multa pode ser de 50% do valor do aluguel sobre os 6 meses restantes.

  1. Inadimplência

Se o inquilino não pagar as parcelas do aluguel, uma multa rescisória pode ser aplicada. Então, se o inquilino não pagar o aluguel por três meses consecutivos, por exemplo, a multa pode ser de 30% do valor do aluguel sobre os três meses.

  1. Dados ao imóvel

Se o inquilino danificar as paredes ou qualquer outro local do imóvel, a multa pode ser de 50% do valor do aluguel sobre o período restante do contrato.

  1. Falta de manutenção

Não havendo manutenção necessária no imóvel, o inquilino pode levar multa de até 50% do valor do aluguel sobre o período restante do contrato.

O que é o prazo de desocupação?

Rescisão de contrato de aluguel: o que deve ser feito?O prazo de desocupação é o período estabelecido para que o inquilino deixe o imóvel após a rescisão do contrato de aluguel. Ele é uma fase importante do processo de rescisão e é necessário que seja cumprido para garantir a devolução do imóvel ao locador.

Esse prazo pode ser estabelecido no próprio contrato de aluguel ou ser definido por acordo entre as partes. Ele pode ser imediato ou ter alguns dias ou até meses, dependendo da situação.

Por exemplo, se o inquilino desocupa o imóvel antes do prazo estabelecido no contrato, pode ser aplicada uma multa rescisória.

Durante o prazo de desocupação, é importante que o inquilino deixe o imóvel limpo e organizado, sem danos e com todos os itens previstos no contrato. O inquilino também deve entregar as chaves do imóvel ao locador ou ao corretor de imóveis.

É importante destacar que o prazo de desocupação não é o mesmo que o prazo de rescisão, pois o primeiro é o tempo que o inquilino tem para deixar o imóvel e o segundo é o tempo que o inquilino tem para rescindir o contrato.

Além disso, é importante que o inquilino verifique se há multa rescisória a ser paga, se há algum tipo de depósito de garantia a ser devolvido, entre outras questões.

É importante que a comunicação do inquilino se mantenha clara com o locador, para garantir que tudo aconteça de forma tranquila e sem surpresas.

Como o inquilino deve lidar com isso?

É importante que o inquilino se certifique de que todas as obrigações e responsabilidades previstas no contrato foram cumpridas antes da desocupação, incluindo pagamentos de aluguel e outras despesas, como condomínio, água e luz.

O locador, por sua vez, tem a responsabilidade de realizar uma vistoria no imóvel antes e depois da desocupação para verificar se há danos ou falta de itens previstos no contrato.

Se houver danos, o locador pode retirar o valor dos reparos do depósito de garantia do inquilino. Nos casos em que há discordância entre as partes, a Justiça pode então acabar sendo acionada para solucionar qualquer questão.

Em resumo, a rescisão de contrato de aluguel envolve uma série de direitos e deveres tanto para o locador quanto para o locatário. É importante que ambas as partes estejam cientes destes direitos e deveres para que possam agir de forma correta e justa.

Para o locatário, é importante cumprir as obrigações estabelecidas no contrato, como manter o imóvel em boas condições, desocupar o imóvel dentro do prazo estabelecido e devolver o depósito de garantia, caso haja.

Em caso de rescisão sem justa causa, também é necessário pagar a multa rescisória.

Para o locador, é importante que ele esteja ciente de seus direitos, como o direito de retenção do depósito de garantia em caso de danos no imóvel ou pendências financeiras.

Estar atento às leis locais acaba sendo fundamental para que você possa ter ciência de todos os seus direitos.

Conclusão

Rescisão de contrato de aluguel: o que deve ser feito?Por fim, vimos aqui tudo sobre a rescisão de contrato de aluguel assim como os direitos e deveres de cada um dos envolvidos neste tema. Esperamos que este conteúdo tenha sido útil e respondido as possíveis dúvidas que você tinha em relação ao tema.

Não deixe de comentar o que achou e compartilhar este conteúdo com mais pessoas.

Leia mais: Boas Práticas para Ter uma Gestão de Aluguel Eficiente

Si9 Sistemas

Uma imobiliária focada em levar conhecimento e sabedoria a seus colaboradores clientes e amigos

Pesquisar por artigo

Top Categorias

Outros Artigos

Como Produzir Conteúdos Para Mídias Sociais no Ramo Imobiliário

Produzir Conteúdos em Mídias Sociais para o Ramo Imobiliário

LGPD no mercado imobiliário

Marketing pessoal para corretor

Vistoria de Imóvel Crie o Documento Usando o Recurso de Digitação por Voz

Criar Vistorias do Imóvel com Recurso de Digitação por Voz

Locação De Imóveis Com o Uso De Tecnologia

Locação De Imóveis Com o Uso De Tecnologia!

Tags

SEU Super aliado imobiliário!

Gestão completa para sua imobiliária, tudo na palma
da sua mão

Um blog
Focado
no Setor
imobiliário

Assine nossa newsletter

Entre em contato com nossa equipe comercial

Descubra todo potencial que o imobil pode te proporcionar!

Preencha o formulário que entraremos em contato!

Detalhes e opcionais

Plano Broker

O Plano Broker possibilita a divulgação dos Imóveis e CRM completo.

Deixe seu nome, email e telefone, que entraremos em contato!

Broker R$ 153,90 MÊS

Start R$ 236,90 MÊS

Light R$ 351,90 MÊS

Premium R$ 472,90 MÊS

Quantidade de usuários

1

3

5

5

Quantidade de imóveis

ATÉ 150

ILIMITADO

ILIMITADO

ILIMITADO

Site

PADRÃO

PADRÃO

PERSONALIZADO
PERSONALIZADO

Fotos Ilimitadas

CRM Imobiliário

Mais de 40 portais

Integração novos portais

Lançamento da venda
Gestão de comissões
Impressão automática de contratos
Pagamento de comissões
Recebimento de comissões

Contas a pagar e a receber

Caixa por usuário

Bancos

Cheques

Dimob

Impressão de contratos

Recebimento de aluguel

Pagamento de repasse

Renovação

Reajuste

Acréscimos / descontos

Rescisão

Detalhes e opcionais

Plano Start

A partir do plano Start você tem imóveis ilimitados com 3 contas de usuários.

Deixe seu nome, email e telefone, que entraremos em contato!

Broker R$ 153,90 MÊS

Start R$ 236,90 MÊS

Light R$ 351,90 MÊS

Premium R$ 472,90 MÊS

Quantidade de usuários

1

3

5

5

Quantidade de imóveis

ATÉ 150

ILIMITADO

ILIMITADO

ILIMITADO

Site

PADRÃO

PADRÃO

PERSONALIZADO
PERSONALIZADO

Fotos Ilimitadas

CRM Imobiliário

Mais de 40 portais

Integração novos portais

Lançamento da venda
Gestão de comissões
Impressão automática de contratos
Pagamento de comissões
Recebimento de comissões

Contas a pagar e a receber

Caixa por usuário

Bancos

Cheques

Dimob

Impressão de contratos

Recebimento de aluguel

Pagamento de repasse

Renovação

Reajuste

Acréscimos / descontos

Rescisão

Detalhes e opcionais

Plano Light

O plano Light oferece flexibilidade para gestão financeira e gestão de vendas.

Deixe seu nome, email e telefone, que entraremos em contato!

Broker R$ 153,90 MÊS

Start R$ 236,90 MÊS

Light R$ 351,90 MÊS

Premium R$ 472,90 MÊS

Quantidade de usuários

1

3

5

5

Quantidade de imóveis

ATÉ 150

ILIMITADO

ILIMITADO

ILIMITADO

Site

PADRÃO

PADRÃO

PERSONALIZADO
PERSONALIZADO

Fotos Ilimitadas

CRM Imobiliário

Mais de 40 portais

Integração novos portais

Lançamento da venda
Gestão de comissões
Impressão automática de contratos
Pagamento de comissões
Recebimento de comissões

Contas a pagar e a receber

Caixa por usuário

Bancos

Cheques

Dimob

Impressão de contratos

Recebimento de aluguel

Pagamento de repasse

Renovação

Reajuste

Acréscimos / descontos

Rescisão

Detalhes e opcionais

Plano Premium

Gestão de locação de forma eficiente e prática. Automação de recebimentos e repasses com o melhor custo do mercado.

Deixe seu nome, email e telefone, que entraremos em contato!

Broker R$ 153,90 MÊS

Start R$ 236,90 MÊS

Light R$ 351,90 MÊS

Premium R$ 472,90 MÊS

Quantidade de usuários

1

3

5

5

Quantidade de imóveis

ATÉ 150

ILIMITADO

ILIMITADO

ILIMITADO

Site

PADRÃO

PADRÃO

PERSONALIZADO
PERSONALIZADO

Fotos Ilimitadas

CRM Imobiliário

Mais de 40 portais

Integração novos portais

Lançamento da venda
Gestão de comissões
Impressão automática de contratos
Pagamento de comissões
Recebimento de comissões

Contas a pagar e a receber

Caixa por usuário

Bancos

Cheques

Dimob

Impressão de contratos

Recebimento de aluguel

Pagamento de repasse

Renovação

Reajuste

Acréscimos / descontos

Rescisão

Clique para ver Clique para ver Clique para ver Clique para ver Clique para ver